nave espacial

Étoile Filante

Etoile Filante
1956
scroll

O CÉU É

O LIMITE

No rescaldo da Segunda Guerra Mundial, o design aeronáutico ia de vento em popa. Abraçando em pleno esta tendência, a Renault decidiu experimentar e tentar adaptar tecnologias aeronáuticas ao automóvel. O Renault Etoile Filante é um reflexo dessa época.

1956

espírito

JATO

Após a guerra, a empresa francesa Turboméca era reconhecida especialista em motores de turbina e o dono, Joseph Szidlowski, convencido do futuro desta técnica, queria apresentá-la ao público em geral. A ideia: pedir à Renault que utilize esta tecnologia (grande estratégia de marketing!). Pierre Lefaucheux, então chefe da Renault, teve algumas dúvidas, mas decidiu seguir com a experiência.

interior

UMA EXPERIÊNCIA

DE OUTRO MUNDO

A Renault confiou a criação deste veículo experimental a 3 pessoas experientes: Fernand Picard, diretor de design, Albert Lory, designer de motores e Jean Hébert, engenheiro-chefe. O resultado é o Renault Etoile Filante, concebido em torno de uma turbina de 270 cv. Esta alimentava uma carroçaria em poliéster, o mais aerodinâmico e leve possível pois não podia ultrapassar os 1.000 kg para a categoria dos recordes que pretendiam bater.

Tocar na viatura para começar a explorá-la
360°

arquivos

PARAR A

TURBINA

Apesar dos recordes de velocidade, a turbina não se revelou adaptável às necessidades do automóvel. Ou seja, todos os fabricantes que tinham interesse - como a Renault - acabaram por desistir.

características técnicas

TURBINA

TURBOMECÂNICA

TURMO DE 270 CV

  • produção

    2

  • desempenho e motorização

    Turbina turbomecânica Turmo de 270 cv

    cerca de 330 km/h

  • dimensões
    comprimento 4,84 m
    largura 1,81 m
    altura 1,10 m
  • arquitetura

    monolugar sobre estrutura tubular

    carroçaria em poliéster

    motor em posição central traseira

The Originals Store

RETRO-FUTURO

Quer seja um fã da Renault ou apenas um entusiasta de automóveis clássicos, há algo para todos.

herança

DE VOLTA

AO LAGO

Em 2016, o Renault Etoile Filante celebrou 60 anos dos seus recordes, regressando ao lago salgado de Bonneville. Durante a Speed Week, Nicolas Prost assumiu o volante do bólide, propulsionado por um motor elétrico (agora sem turbina). A ideia era celebrar o 60.º aniversário do carro e dos seus recordes, trazendo de volta belas imagens, sem tentar estabelecer um novo recorde. Em 2016, outro modelo sexagenário bate recordes: o Renault Dauphine!

explorar
The Originals